Empregos no Japão: aumento de vagas sem fim abre novas portas

Com inacreditáveis 100 para 60 vagas de empregos no Japão, e aumento de 1% ao ano nesta margem, o governo japonês enfim, abre as portas para descendentes da quarta geração e brasileiros sem descendência, porém qualificados.

Empregos no Japão Lapa, Empregos no Japão Pinheiros, Empregos no Japão Barra Funda, Empregos no Japão Morumbi, Empregos no Japão Alphaville, Empregos no Japão Moema, Empregos no Japão Vila Olimpia, Empregos no Japão Centro, Empregos no Japão Faria Lima, Empregos no Japão Rebouças, Empregos no Japão Teodoro Sampaio, Empregos no Japão Santa Efigênia, Empregos no Japão Liberdade
O programa atual do governo japonês para descendentes da quarta geração, vai admitir até 4.000 yonsei por ano de qualquer nacionalidade.

Com o momento atual de falta de mão de obra no país, principalmente em setores como construção civil, e pressionado pelas obras da Olimpíada de Tóquio, em 2020, agricultura, indústria naval e cuidado de idosos, brasileiros sem descendência também serão selecionados.

As regras para os yonsei são bem mais restritas do que as das gerações anteriores. Além do certificado de japonês no nível 4, para o teste JLPT, ou E, no caso do J.TEST –Test of Practical Japanese, é preciso ter entre 18 e 30 anos e viajar sozinho, sem a família.

Para brasileiros puros, ainda não foram divulgadas as regras para se conseguir o visto de trabalho, porém a Agência de Empregos no Japão BR, acredita que sejam muitos os requisitos.

Como por exemplo:

Sem antecedentes criminais, emprego registrado por longa data no Brasil, comprovação de imóvel fixo, ter muita saúde, e idade entre 20 e 45 anos.

Fonte: Agência de Empregos no Japão – Turismo para o Japão

Otimização de Sites

Deixe uma resposta